Sobre

       No princípio…

Big Bang a origem do universo

 

No princípio houve uma grande explosão. Foi depois dessa explosão que tudo passou a existir. Desde então, outros eventos ocorreram como resultado de grandes explosões sem nenhuma causa aparente, das quais citarei apenas três.


Monte Rushmore

O Monte Rushmore, a maior escultura em montanhas do mundo, onde estão esculpidos os rostos de quatro importantes presidentes dos Estados Unidos,  nada mais é do que resultado de pequenas explosões e descargas elétricas que ocorreram durante uma tempestade. Quem disser que esse monumento foi esculpido por um artista estará mentindo.

 

 


Google

Em 1996, uma grande explosão nas  dependências  da Universidade de Stanford,  causada  por  dois elementos químicos, deu origem  ao gigante de buscas da internet:  o  planeta Google.

Origem do Google

 

 


Facebook

Em 2004, outra explosão se ouviu, desta vez em Harvard; nascia o planeta Facebook, por acaso.
Vejam a face do “acaso”:

A origem do Facxebook

 


Por fim, são casos e casos  de inúmeras explosões que ocorreram por acaso, provenientes do nada, sem a necessidade de uma mente inteligente por trás de toda engenharia e complexidade. He, he, he…não precisamos de criador ou criadores, basta uma explosão, não é fantástico?!  Eu adoro isso!

“Um Sábado Especial!,” por coincidência, também surgiu por acaso, do nada, resultado de uma explosão num servidor “qualquer” da internet, mas com um propósito definido  e uma missão:  transformar “um dia qualquer”  em  “Um Sábado Especial!”,  publicando tirinhas e histórias em quadrinhos que exploram o lado cômico da origem do universo, a partir do exato momento em que ele faz “Boom”! E surge uma pergunta intrigante: “Por que existe algo em vez do nada?!”
Para responder a essa questão e a muitas outras, o autor do site convida a todos ao debate e apresenta a sua própria versão bem-humorada para a origem do universo e de tudo que existe, sem, no entanto, querer ofender ou atacar qualquer religião ou crença — mesmo aquela do peixe mutante —, mas deixa claro que infelizmente não poderá agradar a gregos e troianos. Aposto que até Darwin, lendo as tirinhas publicadas aqui no blog, irá morrer de tanto rir. Ops! Darwin já está morto, literalmente!  Foi mal  aê, pessoal!

Aos queridos leitores, espero que gostem!